CiênciaEducaçãoGoverno FederalTecnologia

Programa Gesac atinge 1 milhão de alunos com conexão à internet em banda larga

0

O ministro Marcos Pontes considera o Gesac uma das prioridades do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). “Precisamos preparar a nova geração de cientistas e profissionais qualificados para o futuro e as novas tecnologias”, afirma Pontes. “Levar conexão em banda larga para os locais onde não há acesso será essencial para a inclusão digital de jovens e professores”.

A instalação das antenas é feita pela Telebrás, em parceria com a Viasat. O presidente da Telebrás, Waldemar Gonçalves, ressalta que o SGDC tem cobertura sobre todo o território nacional e tecnologia de banda larga de alta performance. “Podemos levar a conexão a pontos de difícil acesso e locais isolados, incluindo Fernando de Noronha”, diz. “Podemos atender as escolas, postos de fronteira, comunidades indígenas, quilombolas e todos os locais que forem do interesse do programa”.

Até o momento, o MCTIC, em parceria com a Telebras, já fez a instalação de conexão em 3.600 pontos no território nacional, dos quais 3 mil são escolas. As escolas integram o programa Educação Conectada, do Ministério da Educação (MEC). Até o mês de agosto serão 6.500 escolas rurais atendidas pelo programa. O Gesac também atende instalações públicas como telecentros, bibliotecas, unidades de saúde, instalações das forças armadas, entre outros.

Gesac

O programa Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão é um programa do Governo Federal, coordenado pelo MCTIC, em parceria com o MEC e o Ministério da Saúde, que oferece gratuitamente conexão à internet em banda larga – por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações, com o objetivo de promover a inclusão digital em todo o território brasileiro. O Gesac é direcionado, prioritariamente, para comunidades em estado de vulnerabilidade social, em todo o Brasil, que não têm outro meio de serem inseridas no mundo das tecnologias da informação e comunicação.

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *