Política

Covid-19: ministro reúne-se com governadores do Sudeste e Centro-Oeste

0


O ministro da Saúde, Nelson Teich, reuniu-se nesta quinta-feira (30), com governadores dos estados do Sudeste e do Centro-Oeste. A videoconferência fez parte de uma rodada de conversas com os governadores que começou terça-feira (28) com os do Norte e prosseguiu ontem (29), com os do Sudeste e do Nordeste.

Os representantes do Sudeste e do Centro-Oeste pediram ao Ministério da Saúde apoio para lidar com o avanço da pandemia.

Segundo a assessoria do governo de São Paulo, o governador João Dória requisitou a habilitação de leitos, testes e equipamentos de proteção individual para os trabalhadores da saúde. O secretário da Saúde do estado, José Henrique Germann, lembrou que foi solicitada a habilitação de 2.738 leitos e que foram autorizados 734 até o momento.

“A velocidade e agilidade no fornecimento destes materiais e equipamentos significam salvar vidas. Quanto mais rápido agirmos, mais vidas serão salvas”, afirmou o governador paulista.

Em vídeo divulgado por sua assessoria, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, comentou a reunião. Witzel informou que pediu ao ministro para defender a ideia de “que é preciso ficar em casa”. “É importante que o Ministério da Saúde envie os recursos necessários, que são de responsabilidade da União, para que possamos fazer frente à pandemia”, disse o governador fluminense.

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o ministro da Saúde, Nelson Teich, mencionou as reuniões com os governadores e anunciou medidas do órgão, como repasse de R$ 482 milhões aos estados na próxima semana, a aquisição de equipamentos, como respiradores, e o reforço com trabalhadores em estados mais atingidos.

O ministro, contudo, não detalhou as providências para os estados do Sudeste e do Centro-Oeste.



Site do Autor

MP adia início da vigência da lei de dados e gera polêmica

Previous article

Prefeitura do Rio inaugura leitos no hospital de campanha no Riocentro

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Política